Immigration Politics World

Imigrantes indocumentados nos EUA tem vistos aprovados para residir e estudar no Canadá

OTTAWA – É cada vez maior o número de imigrantes indocumentados dos Estados Unidos que ganham vistos de estudo e trabalho no Canadá. Política ostensiva de combate à imigração adotada por Donald Trump tem motivado imigrantes indocumentados – que estão sem status para permanecer nos EUA – a buscar alternativas imigratórias no país vizinho – Canadá.

Elidee Sanchez foi um desses imigrantes. Ela diz  que seus pesadelos sobre sua jornada angustiante cruzando o deserto do México para entrar nos EUA finalmente chegou ao fim no dia em que chegou – legalmente – no Canadá. Após passar 17 anos vivendo nos Estados Unidos como migrante indocumentada, ela diz que estava em um estado quase constante de ansiedade. Sanchez não tinha status legal nos Estados Unidos.

Em agosto de 2018, a imigrantes atravessou a ponte Blue Water, que liga Port Huron, em Michigan, a Sarnia, Ontario, no Canadá. A imigrante recebeu autorização para entrada legal no Canadá, graças a uma candidatura bem-sucedida para um visto de estudo canadense, apesar de estar indocumentada nos EUA.

“Essa é a primeira vez que eu já tive um carimbo no meu passaporte”, afirmou Sanchez ao oficial de segurança da fronteira canadense ao entrar no país. Foi um marco na vida de Sanchez que sua advogada de imigração, Vanessa Routley, disse que não teria acontecido há três anos.

“Como migrante indocumentada que viveu tantos anos ilegalmente nos Estados Unidos, seu pedido de visto temporário canadense provavelmente teria sido negado. No passado, se alguém não cumprisse os regulamentos em outro país, o Canadá não estava disposto a arriscar, admitir e pedir que seguissem as regras canadenses”, disse a Advogada Routley.

Segundo a advogada nos últimos anos o governo canadense pode ter revisado discretamente sua abordagem a algumas dessas aplicações. O momento é outro e, segundo Vanessa, o cenário é ideal para quem quer arriscar uma nova vida no Canadá, longe das pressões imigratórias dos Estados Unidos.

“Havia um rumor circulando de que estava sendo possível trazer indocumentados dos EUA para viver, trabalhar e estudar legalmente no Canadá. Por essa razão decidi aceitar o pedido de Sanchez, coisa que não faria no passado, dada a baixa probabilidade de sucesso do caso. Eu sabia que havia uma chance de (Sanchez) ter seu pedido  recusado, mas parecia haver uma nova disposição por parte do Departamento de Imigração, Refugiados e Cidadania do Canadá em conceder tratamento preferencial a pessoas que, de outra forma, entrariam irregularmente (na fronteira), mas que estavam claramente tentando cumprir os regulamentos e fazê-lo através de vias legais”, explicou a advogada.

MAIS CASOS VITORIOSOS

Routley teve sucesso também com outro cliente, que também morava nos EUA sem documentos. Ele pôde usar seu histórico de trabalho não oficial nos EUA para apoiar seu pedido de visto de trabalho temporário no Canadá. Segundo a advogada ela não está sozinha. “Não se tratam de casos isolados, ouvi falar de vitórias de casos semelhantes alcançados por outros colegas advogados de imigração no Canadá”, afirma.

O Departamento de Imigração disse ao portal The Star que não houve mudanças oficiais nos requerimentos para vistos canadenses temporários e que não comentaria casos individuais, citando leis de privacidade. O departamento informou que cada requerimento é considerado sobre os fatos específicos apresentados por cada candidato. Desde que demonstrem que o requerente não é criminalmente inadmissível, goza de boa saúde, pode apoiar-se financeiramente e tem toda a documentação necessária, e concorda em deixar o país quando o visto expirar, o requerente pode ter seu pedido aceito e ingresso garantido no Canadá.

Em outras palavras, nada impede que um migrante indocumentado receba um visto temporário, desde que cumpra todos os outros requisitos da Lei de Proteção a Imigrantes e Refugiados.

MEDIDA CONTRA IMIGRAÇÃO ILEGAL

Para a advogada, o Governo Canadense está adotando esta nova medida para buscar frear o número de imigrantes indocumentados que saem dos EUA e buscam cruzar a fronteira do Canadá ilegalmente.

Com informações: Portal The Star