Dia do Juiz do Trabalho: Aumenta procura por formação online no exterior

A Universidade americana Ambra University, parceira da Associação dos Juízes Federais do Brasil — AJUFE, detectou aumento da procura por seus cursos por juízes brasileiros. A oferta de cursos de mestrado, via internet, assegura capacitação remota e diploma americano. O diretor da instituição, Alfredo Freitas, defende a eficácia do ensino remoto de qualidade para formação complementar de agentes públicos.

Nesta terça-feira, 26, é comemorado o dia do juiz do trabalho. Com a meta de eliminar as fronteiras para formação complementar e permanente de magistrados no Brasil, a Ambra University tem formado, ao longo dos últimos 10 anos, agentes públicos, em sua maioria ligados ao campo jurídico brasileiro, em seus cursos de mestrado totalmente online e com diploma internacional. Para o diretor da instituição, Alfredo Freitas, a formação complementar online é conveniente no contexto de trabalho de operadores do direito no país.

Alfredo Freitas – Diretor especialista em Educação e Tecnologia – Ambra University

“De maneira geral tem aumentado o interesse dos brasileiros por questões relacionadas ao exterior. O alto volume de brasileiros que estão deixando o país para residir em outro país, principalmente aqui nos Estados Unidos, tem provocado um efeito de maior relevância aos temas da vida no exterior dentro do Brasil. Sem sombra de dúvidas, a busca por formação neste contexto internacional deixará um legado importantíssimo para os operadores do direito no Brasil”, afirma Alfredo Freitas

Em função do espalhamento dos juízes no Brasil o ensino remoto facilita também a inclusão e a troca de experiência entre estes profissionais. “Na oferta de uma sala de aula com menor número de estudantes e uma dinâmica de aula mais participativa e interativa com os professores, muitos dos nossos alunos que são juízes tem a chance de se capacitar e trocar relevantes conhecimentos com outros magistrados de outros estados”, explica Alfredo Freitas.

No âmbito da justiça do trabalho, segundo Freitas, essa troca de experiências e até mesmo o encontro com a jurisprudência de casos internacionais facilita a tomada de decisões e enriquece a justiça brasileira neste campo. “É muito importante para magistrados esse ambiente interativo. Na Ambra, com a dinâmica de análise de casos concretos na maioria das disciplinas do mestrado, os juízes podem contribuir com suas análises pontuais e enriquecer seus escopos teóricos”, afirma Freitas.

A Ambra University, sediada no estado americano da Flórida, é credenciada e tem cursos reconhecidos pelo Florida Department of Education (Departamento de Educação da Flórida) sob o registro CIE-4001.

“Sem dúvida o acordo representa uma ferramenta muito importante para que os juízes, sejam aqueles que estão no interior ou os que estejam nos grandes centros, possam seguir seu percurso acadêmico de forma remota e qualificada. É um prazer enorme para a Ambra, poder contribuir não apenas com a formação acadêmica de juízes, mas também para o melhoramento da justiça no Brasil”, afirma Alfredo Freitas, Diretor de Educação e Tecnologia da universidade.

*Alfredo Freitas é pós-graduado em ‘Project Management’ pela Sheridan College no Canadá, graduado em Engenharia de Controle e Automação e Mestre em Ciências, Automação e Sistemas, pela Universidade de Brasília. O renomado profissional tem mais de 15 anos de experiência em Tecnologia e Educação. É atualmente Diretor de Educação e Tecnologia da Ambra University. A Universidade americana é credenciada e tem cursos reconhecidos pelo Florida Department of Education (Departamento de Educação da Flórida) sob o registro CIE-4001. Além disso, a universidade conta com histórico de revalidação de diplomas no Brasil.

Compartilhar No: