Brasil vive ‘boom’ de busca por dupla cidadania em 2022; Consultoria recebe mais de 100 ligações por dia de interessados

Maior justificativa de brasileiros que estão em busca de obter um passaporte estrangeiro é ter um plano B para saída legal do país. A maior consultoria de mobilidade global presente no Brasil, EUA e Europa, Aquila Oxford Group, detectou aumento de 40% na procura de brasileiros por cidadania estrangeira somente em 2022. A empresa recebe mais de 100 chamadas diárias em busca de informações.

O número de brasileiros no exterior chegou a 4,2 milhões, segundo dados recentes do Itamaraty. Em 10 anos, o aumento do número de brasileiros que deixou o país rumo ao exterior foi de 36%. Dados recentes da Polícia Federal confirmam este movimento, mais de 130 mil brasileiros deixaram o país e não voltaram no primeiro semestre deste ano.

Entre os cinco países com mais brasileiros, estão os Estados Unidos, com 1,7 milhão; Portugal, com 276 mil; o Paraguai, com 240 mil; o Reino Unido, com 220 mil; e o Japão, com 211 mil brasileiros. Para o especialista em mobilidade global com 15 anos de experiência, Lucas Silva Lima, que dirige a consultoria Aquila Oxford Group, o maior interesse em eventual cidadania estrangeira se deve a maior preocupação com a legalidade na hora de imigrar a outro país.

“Detectamos na Áquila Oxford Group um aumento de 40% na procura de brasileiros em busca de informações sobre suas chances de obter uma cidadania estrangeira. O movimento reflete uma maior preocupação para entrar pela porta da frente em países da Europa e nos Estados Unidos. Muitas pessoas podem conseguir uma cidadania europeia, por exemplo, e desconhecem”, explica Lucas Lima.

O economista internacional com mais de 40 anos de experiência em investimentos nos Estados Unidos, Carlo Barbieri, explica que o momento de incertezas está estimulando um número cada vez maior de brasileiros a buscar uma saída legal para outros países. Segundo ele, nos EUA, a oferta de mais de 130 vistos está fazendo com que as pessoas encontrem uma saída para dolarizar seus patrimônios e manterem-se com um “pé” nos EUA.

“As incertezas políticas e o cenário mais instável economicamente no Brasil estão estimulando, sem dúvida, as pessoas a buscar saída como plano paralelo para si e para suas famílias. Os EUA são a maior escolha de brasileiros que desejam morar no exterior. Mas agora também detectamos aumento da procura por aqueles que buscam dolarizar seus patrimônios e investir na terra do tio Sam. Quem não internacionaliza si, internacionaliza seu dinheiro”, explica o consultor.

*Lucas Silva Lima é especialista em mobilidade global com 15 anos de experiência. Palestrante expert em cidadania europeia (italiana e portuguesa) e processos de naturalização no exterior. Presidente da multinacional Aquila Oxford Group – a maior consultoria de mobilidade global. Coordena equipes de migração nos EUA, Brasil, Itália e Portugal. Mais informações: AquilaOxfordGroup

*Carlo Barbieri é analista político e economista. Com mais de 40 anos de experiência nos Estados Unidos, é Presidente do conselho da maior consultoria de mobilidade global Aquila Oxford Group.  Consultor, jornalista, analista político, palestrante e educador. Formado em Economia e Direito com mais de 60 cursos de especialização no Brasil e no exterior. Mestre em Direito Internacional. Autor de inúmeras obras literárias e palestrante. Mais informações: aquilaoxfordgroup

Compartilhar No: